Alunos do 6º ano produzem dicionário poético baseado nas vivências escolares

A turma do 6º ano, na disciplina de Língua Portuguesa, coordenada pela professora Pâmela, organizou um dicionário poético em que ressignificavam as vivências escolares. O trabalho foi o produto final do estudo da composição do dicionário. Divididos em grupos, os alunos receberam algumas letras do alfabeto para escolher palavras e conceituá-las de uma maneira poética, portanto, fugindo da concretude do dicionário tradicional. O contexto escolar foi escolhido por ser uma vivência compartilhada por todos, assim, as relações representadas nos verbetes se tornaram muito legítimas e significativas.

Abaixo estão elencados alguns dos verbetes criados pelos alunos:

Bola: Objeto com poder de reunir gremistas e colorados no recreio.

Esperança: O que os alunos têm quando vão fazer uma prova.

Ginásio: Lugar compartilhado no recreio: há esporte, há lanche, há fofoca…

Jaqueta: Casaco quente que a mãe sempre manda levar e que esquecemos na escola.

Números: O que frita nossos neurônios.

Oração: Jeito que conversamos com Deus no começo das aulas.

Quadro: Objeto que recebe loucos olhares antes da profe apagar.

Sala: Lugar de reencontro dos amigos.

Uniforme: Vestimenta verde, azul e laranja usada pelos alunos.

 Xícara: Objeto que abriga o líquido que salva dor de barriga, de cabeça e etc.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 15 =

plugins premium WordPress
WhatsApp